quarta-feira, 12 de março de 2008

Flowers

Nunca fui uma menina que sonhasse em ganhar flores. A única época em que lembrava disso era no dia dos namorados, no ensino médio. Colegas suspirando pelas cantos do Colégio Meta com seus buquês enormes. Mas mesmo assim nunca as invejei. Achava bonito e me perguntava como devia ser. Só.
Particularmente eu não tenho nada contra flores. Sua beleza é inegável. Seu perfume irresistível. Fora todo o marketing que é feito pra nos convencer que um buquê equivale a uma verdadeira declaração de amor.
Mas sejamos racionais.
São flores. Não servem pra nada. Só enfeitam. E morrem em poucos dias.
Não possuem nenhuma utilidade prática. E ainda são caras pra porra! Fala sério.
Se homem eu fosse, teria uma conversa bem séria com minha amada, "Querida, movo mundos e fundos por você, mas não me peça flores. Que tal um livro? Uma roupa? Um vale-CD??"




Ah sim, quase esqueço-me. Hoje ganhei flores. De quem? Mistéééério.





2 comentários:

Fenrisar disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cocão disse...

bem...
se for levar bem ao pé da letra..
deve ter ganhado do entregador da floricultura 0o

xD