sábado, 8 de março de 2008

Paulete

És tão bela que me encanta. Branca, pura, doce e singela.
Me lembra de uma época em que eu era tão pura ou mais.
Quando meu coração ainda não conhecia a palavra 'decepção'.
Determinada, e acima de tudo inteligente.
Futura doutora. Lhe cai muito bem a habilidade de curar alguém.
Forte, apesar da frágil aparência.
Amiga das que enxugam suas lágrimas e te fazem sentir compreendida.
Mesmo sem dizer uma palavra.
Compreensiva. E paciente. Menos no trânsito.
Uma das pessoas mais românticas que conheço.
Talvez por isso viva apaixonada. Mesmo quando não correspondida.
Sortudo daquele que reconhecer em seus olhos castanhos cor-de-mel o mundo de possibilidades que ela pode oferecer.
És minha amiga.. és Paula.

Um comentário:

Yuri Marcel disse...

Engraçado como tem gente de quem a gente nunca consegue se afastar, mesmo q o tempo passe.

Daquele tempo tbm me sobrou uma galerinha aí, acho q pra lembrar q um dia fui quase inocente. ahUAHuha

bjos saudades ;D