terça-feira, 24 de junho de 2008

T&J

Quem diria que o cupido faria plantão até em biblioteca.. Pois naquela sexta ele fez.
O menino tinha passado lá por acaso. A menina estava lá, com as amigas, para o I Encontro das Mulheres Jornalistas. Coincidentemente, ele também era jornalista.
Eles se cruzaram no saguão da Biblioteca Marina Silva. Ele a viu, ela não.
Foi naquele momento em que agiu. Ele atirou sua flecha sem dó. O menino se encantou. Sinos tocaram. Palavras dele, vejam bem.
Para ela o momento passou despercebido.
Mas não por muito tempo o menino permaneceria desconhecido.
Ele a procurou. Localizou. Mas ela era comprometida. Bem, quase isso.
Não conversaram de pronto. "Estou pensando se vou adicioná-lo", ela disse.
Ele descobriu e o orgulho falou mais alto. "Com ela não falo mais", ele pensou.
E o impasse se instalou.
O outro saiu da jogada. Ou melhor, ela o expulsou de campo. E assim os dias passaram.
"Que tipo de pessoa te adiciona no msn e não vem falar?" era a pergunta que martelava na cabeça da menina. "Ora, quem ele pensa que é?"E com isso a importuná-la, ela foi lá, saber qual era a dele.
E descobriu que a dele era muito melhor do que esperava. Tãão simpático, foi a primeira impressão.
E descobriu também que ele tinha pressa. Em conhecê-la. "Vamos nos encontrar? Tomar um sorvete?", foi a desculpa. Na quarta (26/03), combinaram.
Ela sabia qual eram as intenções. E não sabia bem se desgostava delas.
"Só se conhecer, viu?! E nada mais.", foi o aviso que ela deu.
Alguém duvida do desfecho?
Ele falou a noite toda. E ela escutou tudo, atenta, surpresa por estar gostando tanto da companhia dele. Supresa por um menino tão mais velho estivesse realmente achando ela interessante. Ele era mais velho. Esqueci de dizer esse detalhe? Ela, sempre tão acostumada com os mais jovens e imaturos, não sabia bem como se comportar.

Foi no centro, bem no centro, do chapéu de palha do parque que ele a beijou. SIM, porque ele a beijou e não o contrário. Abusado. Pediu antes. Ela pensou: só pode estar brincando! Respondeu que não. Ele beijou-a mesmo assim.
E assim começou a história dos dois..

Nenhum comentário: