segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Logo agora?

E as estrelas voltaram a me perseguir.
Eu, que imaginava seu brilho apagado há muito, não esperava que brilhassem tão forte.
Tão próximas. Tão reais. E ao mesmo tempo, tão longe. E intocáveis.. ainda intocáveis.
O brilho delas vieram só pra me machucar. Lembrar da falta que elas faziam.
Como faço pra apagar, outra vez, essas estrelas que um dia tanto brilharam em meus olhos?

Um comentário:

Paula M. disse...

Só registrando que eu passei por aqui.. Eu já te disse que gosto mto dos seus textos?? Acho q naum. Pois é, eu gosto mto deles! ;**