sexta-feira, 21 de novembro de 2008

4 anos (ou seriam 4 meses, 4 dias...?)


Quem, assim que entrou na faculdade, não teve esse pensamento: "caraca, 4 anos.. vai demorar demais pra passar!!! Eu não me imagino daqui a quatro anos..."
Entretanto, posso dizer que existem anos que não obedecem a ordem natural das coisas.. eles parecem dias, de tão rápidos e súbitos que nos chegam.
Mais um capítulo é terminado. Mais uma etapa. Okay okay, pra mim ainda existe uma prorrogação, pois meu título de bacharel ainda não é exatamente 'meu', mas isso é só uma questão de tempo. Pouco tempo, se eu tiver muita sorte.

Mas a experiência acadêmica, as (escassas) aulas, os lanches, as andanças pelos caminhos enlameados da Ufac, as conversas pelo corredor (atrapalhando as turmas que estavam estudando), as aulas (detestáveis) de sábado, a dor de barriga ao apresentar um seminário, a eterna esperança de entrar algum calouro bonito a cada vestibular (pura ilusão), os cheiros de maconha pelos shows no DCE, os vinhos quentes e baratos que bebíamos nos sarais, as intermináveis filas na Xerox, com direito ao atendimento v.i.p. do Garibaldi, os dinheiros que deixamos pra trás com todas essas xeroxs, a biblioteca que nunca consultamos todos esses anos, esses intensos últimos meses preparatórios pra nossa formatura, e finalmente, a nossa (inesquecível) festa... Tudo isso, meus amigos, acabou. Ficou pra trás. Podem vir outros cursos, outras faculdades, outros colegas... mas nada irá se comparar ao que nós vivemos.


Relembro de tudo com saudade, até dos sufocos. Uma vontade de ter aproveitado, mais ainda, todos os momentos que tive a oportunidade de dividir com vocês, meu colegas, meus amigos, meus companheiros.

Não, nem tudo foi um mar-de-rosas.. houveram intrigas, brigas, desentendimentos. Houveram grupos, divisões, até um pouco de falsidade rolou. Mas no fim, no fim a gente vê que tudo não passou de um processo, necessário pra descobrir o que cada um realmente era. Me peguei desejando que certas pessoas fossem mais íntimas, que elas correspondessem o carinho que descobri tardiamente, ou pelo menos que sentissem o quanto elas se tornaram especiais. Descobri que todos vão fazer falta. Até os chatos tagarelas, os fofoqueiros, os que insistiam em fazer aquela última pergunta ao professor, justamente às 10:05 da noite..

Então, é com uma alegria enooooorme mesclada com um tantão de saudade que eu me despeço da Turma de Jornalismo 2004 da Universidade Federal do Acre. Nós já somos vencedores, galeraaaa!

Alguém aceita um gole??? ou quem sabe dois?

5 comentários:

Lys disse...

Durante esses quatro anos vivi coisas que deixei passar, como algo normal..tanto ao seu lado como ao lado dessas pessoas que eu queria que nunca saissem da minha vida...Uma vontade que o tempo pare, para eu poder aproveitar vcs ao máximo, ou então voltar no tempo, para reviver tudo outra vez, sentir novamente o prazer nas gargalhadas dadas durante as aulas, os comentários, as preparações!! se eu soubesse o quanto tudo isso ia me fazer falta...teria vivido tudo tão intensamente!

inevitavelmente uma vontade louca de chorar, o medo de me encontrar perdida no tempo e longe dos amigos que construir durante esses quatro anos, pessoas que só se permitiram e me permitiram tbm..conhecer só agora, justamente por esse desejo súbido de aproveitar..e agradeço a DEUS porque esse tempo veio...queria muito ter pudido gravar um filme diário desses quatro anos, para que eu pudesse revive-los pra sempre...

prometo não esquecer nenhum de vcs...amo muito mesmo...

saudade mais que enome...eterna!

mas fica uma certeza...
eu fui muito feliz no bloco Walter Felix, algo lado de quase 20 pessoas que resistiram bravamente...obrigado eternamente a essa pessoa que desistiu de sua vaga e me permitiu viver essa história tão linda ao lado de vcs...

Juliene disse...

Parando para recordar tudo que passamos me veio na memória o dia do vestibular no antigo colégio Dom Pedro... Para os quatro cantos que olhava via vestibulandos... daqueles rostos já tinha visto alguns no pré-vestibular. Me perguntava será que vou conseguir uma vaga na Universidade Federal do Acre?
Passei pra segunda fase. No dia da prova de redação conheci a Jéssica...ela se encontrava na minha frente para conferir se era mesmo aquela a sala da prova... Pensei comigo "essa é a garota do 1lugar, já está com a vaga garantida", rsrs.
No dia em que saiu o resultado final e vi meu nome entre os 40 classificados, chorei de emoção. Era só esperar o mês de setembro para iniciar as aulas... Quanta ansiedade!
No primeiro dia de aula, eu nem sabia qual era o bloco que iria estudar. No ônibus encontrei a garota do 1 lugar (JÉSSICA). Pensei em perguntar, mas fiquei com vergonha. E lembrei do dito popular que meu pai sempre dizia: "Quem tem boca vai a Roma". Mas eu não ia pagar o mico de perguntar pra uma futura colega de sala, que eu não sabia o bloco que iria passar as noites dos próximos quatro anos da minha vida... A sorte que encontrei uma amiga de colégio e que me apresentou o bloco Walter Félix, rsrsr.
E depois daquele dia tudo passou tão rápido... perdi tempo com as brigas, com as fofocas e perdi de conviver mais tempo com pessoas tão especiais, como a Lys e a Jeh. Mas, hoje, depois da formatura, vejo que aquele tempo não voltará... A única coisa que posso fazer é me lembrar com carinho de cada dia...
E o futuro eu posso fazer diferente! E escolho ter vocês (todos os alunos da turma de jornalismo 2004) como meus amigos eternos... Quero sustentar essa amizade, que apenas começou nos corredores da Ufac, mas que cabe a cada um de nós regá-la pra que dure por todas as nossas vida... E um dia já velhinhos nos lembraremos juntos de nosso Baile de Formatura...
Amo todos vocês e obrigada por todos esses anos....

Thiago da Hora Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thiago da Hora Souza disse...

No ano que vem espero poder iniciar minha vida de "quatro anos" também...

Samuel Bryan disse...

fiu fiu...
lindaaa
gostosa
uhauahuahauha
ah, essas declarações de amor me emocionam...
(mas eu nao posso assumir isso ou minha fama de frio e sem coração vai por agua abaixo)
parabéns querida
e sucesso