domingo, 23 de maio de 2010

me first.

Decepções. Amadurecem carateres ou relacionamentos. A partir do momento que você percebe não valer a pena se doar tanto pra alguém, você vê que precisa mudar de atitude. Urgentemente.
E na verdade o problema essencialmente é seu (meu, nosso). É você que coloca tanta expectativa em cima do seu parceiro. É você que escolhe colocá-lo em primeiro lugar muitas vezes. Quem mandou cuidar, lembrar, mimar, se preocupar tanto? Ele é que não foi.
Quanta inocência esperar que ele retornasse todo o seu empenho. Afinal, o que mais ele poderia pensar além de: "se eu, sendo assim tão comedido, ela me dá tanto, pra que preciso melhorar? Fico assim mesmo, é tão mais cômodo."

Desisto de te mudar. Desisto de esperar. Desisto de ser aquela que cobra atenção. Amor, carinho e atenção são coisas que não se cobram... até porque somente são válidas se espontâneas. Vou cuidar de mim. E tenho dito.

O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você. (Mário Quintana)

Um comentário:

André Rafael disse...

Sabe... também sou capricorniano.
E também me dôo demais, inclusive no último namoro isso aconteceu.
Na falta de reciprocidade, mesmo que a ideia de doar-me tanto tenha sido minha, não deu. E o fim chegou antes do esperado.