quarta-feira, 25 de agosto de 2010

A espera.

Esperar não é o meu forte. Quero tudo para o agora. Se demoram, dou meu jeito de conseguir os resultados. Se se atrasam, conseguem uma inimiga gratuitamente. Talvez por isso a vida resolveu me dar essa lição. Obrigou-me a esperar de tempos em tempos para ver o meu amor.
Preciso contar os dias, os segundos pelo reencontro. Cada vez é como se o beijo fosse o primeiro, mas ironicamente a sensação é como se nunca tivesse partido.
E cada dia é uma batalha vencida. Um dia mais perto que estou de vê-lo.
Ultimamente, inspiro alegria e exalo ansiedade. Pequenos corações me rodeiam por onde vou. Falta pouco. Muito pouco.
Sócrates disse certa vez que felicidade é sentir que a vida vale a pena ser vivida. Só posso dizer é que por ele, tudo vale a pena. ;)