quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Mea culpa

Das reminescências do passado..

Era nos braços dele que eu adormecia depois de uma noite amor. Com o calor do corpo dele aquecendo minha pele, deixando o cheiro dele como prova no meu lençol. Mas no minuto em que eu perdia a rédea do meu consciente, quando os sonhos tomavam conta de mim, era por você que meu corpo ansiava.
Imaginas como eu me sentia ao acordar subitamente, após te ver, tocar, beijar, e constatar que na realidade era outro a me abraçar? Duas sensações: de perda irreparável, afinal não era você quem estava lá. E culpa, uma culpa sem tamanho e sem fim.

Para ler ouvindo: Thinking Of You - Kate Perry

Nenhum comentário: